O Alatiglossum longipes é mais conhecido como Oncidium logipes. Aliás, que nome é esse, Alatiglossum? Os caras estão de sacanagem. Além de estarem reclassificando praticamente todas as orquídeas do planeta, estão dificultando ainda mais a escrita e fala dos nomes.

Na boa, quando você olha esta planta, sabe que é um Oncidium. Ponto.

Enfim, eis um espécime que encontrei em um tronco (foto) caído em uma mata em Campo Largo, cidade próxima a Curitiba. Tive dó e a trouxe para casa. Sei que faz parte do ciclo da natureza, mas resolvi prolongar um pouco mais a vida desta planta.

Ficha da planta

Conhecida como: Oncidium longipes Lindl. 1850 SECTION Barbata;
Sinônimos: Alatiglossum longipes ( Lindl. & Paxton ) Baptista 2006; Kleberiella longipes (Lindl.) V.P.Castro & Cath. 2006; Oncidium biflorum Barb. Rodr. 1881; Oncidium hasslerii Cogn. 1906; Oncidium janeirense Rchb. f. 1954; Oncidium longipes var. monophyllum Regel 1863; Oncidium monophyllum (Regel) Herter 1956; Oncidium oxyacanthosmum Rchb. f. ex L. Linden 1882;
Origem: Brasil, Peru e Paraguai;
Planta: Epífita, 15 centímetros;
Flor: 2,2~3,5 centímetros;
Época de floração: verão e outono;
Longevidade das flores: 15 dias;
Fragrância: não;
Luminosidade: baixa;
Umidade: alta;
Temperatura: média;
Dificuldade de cultivo: fácil.

Oncidium longipes

Abraços!

Previous articlePhymatidium tillandsioides
Next articleRodriguezia venusta
Nascido na apaixonante cidade de Curitiba. Fã de Formula 1, trabalha com tecnologia da informação. Divide seu tempo livre entre as suas paixões: família, fotografia, aquarismo e a orquidofilia. Tem quatro gatos e uma ararajuba barulhenta.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here