Início Artigos Substratos para orquídeas – Xaxim e sua proibição

Substratos para orquídeas – Xaxim e sua proibição

6464
7
COMPARTILHAR
Xaxim
Xaxim

Desde que comecei neste hobby, grande parte da discussão acalorada parte do substrato, mais especificamente o xaxim.

Xaxim, segundo a Wikipedia, é um feto arborescente, da família das dicksoniáceas, nativo da Mata Atlântica e América Central (especialmente dos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul). Possui cáudice ereto, cilíndrico, e frondes bipenadas de até 2 metros. Devido à extração desenfreada do cáudice para uso no cultivo de outras plantas, a espécie está ameaçada de extinção e sua extração está proibida em todo o Brasil. Também é conhecido pelos nomes de samambaiaçu e samambaiaçu-imperial.

Lembro-me do dia que postei em um forum a imagem de uma planta em uma placa de xaxim e algum espertinho resolveu encrencar com isto. Pronto, iniciou-se uma discussão em que nenhuma das partes teriam razão no final. Antes de mais nada: eu uso, não nego. Não compro, não extraio. Mas uso. Uso aquilo que tenho em casa há mais ou menos 30 anos. Havia alguns sacos com pedaços de xaxim guardados em casa e hoje tenho aproveitado para colocar algumas orquídeas neles.

Mas um dia meu estoque vai acabar, terei que procurar fontes alternativas de substratos e tutores para minhas plantas. E tenho testado alguns. Ainda não gostei de nenhum, para falar a verdade. Mas tenho testado. Por exemplo, não tenho planta que sobreviva em fibra de coco. Parece praga, é só colocar no coco que a planta definha. Acho que o xaxim me acostumou mal.

Antes de mais nada, precisamos entender porque a extração do xaxim está proibida. A Dicksonia sellowiana (xaxim) é uma planta de crescimento lento. Muito lento. Se você acha que suas orquídeas têm um crescimento lento, o xaxim é pior. O xaxim leva de 50 a 100 anos para atingir um metro de altura. Some isto ao fato que houve um período de extração desenfreada. Pronto, quase não há mais xaxim em nossas matas.

Hoje existem leis municipais e federais (Resolução CONAMA n.º 278 de 24 de maio de 2001) impedindo a extração de espécies ameaçadas de extinção. Aliás, existe uma lei internacional sobre isto, mas não vou me aprofundar em leis desta vez. A questão é que o xaxim, assim como outras espécies ameaçadas em nossa Mata Atlântica, estão protegidas por lei e precisamos pensar nas alternativas a isto.

Para procurarmos alternativas, temos que entender porque o xaxim é tão bom para as orquídeas. O xaxim retém uma quantidade ideal de água, nem muito nem pouca. É capaz de liberar lentamente nutrientes para as plantas. Facilita a fixação e a areação da raízes. Complicado bater uma coisa com tantas qualidades? Talvez não, é o que veremos daqui para frente nesta série de artigos sobre substratos.

Referências

Abraços!

7 COMENTÁRIOS

  1. Bom dia, obrigada pelas excelentes matéria, realmente não há nada como xaxim, mas tenho uma boa notícia: em Peruibe-SP os índios tem permissão para extraír e vender xaxim, tenho substituído meus vasos por xaxim e estão lindas. Um abraço, Silvana

    • Olá Silvana!

      Andei pesquisando por aqui e não achei nada sobre isto. Sei que algumas tribos tem alguns direitos sobre as terras que habitam, inclusive de extração para sua sobrevivência.

      Estes os quais você comentou, como você ficou sabendo?

      Abraços

  2. Olá!! Ganhei uma moldura com xaxim, queria plantar orquídeas mas não consigo encontrar como, só o blá-blá-blá que não pode ter xaxim, mas essa moldura existe faz muitosssss anos, enfim, será que vc pode me ajudar na minha dúvida como plantar ?? Posso colocar ela direto na placa ?? Obrigada

    • Oi Wahlter

      Se for Dendrobium do tipo mais comum, como o nobile, pode plantar no xaxim. Apenas amarrando deve dar conta do recado. Se realmente for nobile, lembre-se de que gostam de muito Sol.

      Abraços

Deixe uma resposta