Início Artigos Pragas e doenças – nematóides

Pragas e doenças – nematóides

1109
0
COMPARTILHAR
orquideas.eco.br - nematoide
HashFlare

Nematóides são minúsculos organismos que vivem em diversos ecossistemas e estão presentes em quase todas as regiões do planeta. Alguns não causam danos à outras espécies. Outros alimentam-se de restos de animais ou plantas, sendo chamados de saprófitas. Por fim, existem os parasitas de animais ou plantas, como por exemplo, aqueles que parasitam os seres humanos, as lombrigas.

Parasita de orquídeas

Os estragos causados por nematóides podem levar uma planta à morte. Muito embora cada orquídea tenha uma reação diferente a uma ataque de nematóides, podendo inclusive não morrer, dependendo das condições, ela ficará mais fraca e não dará mais flores.

O nematóide mais comum nas orquídeas tem aspecto de lombriga, cor branca e tamanho da ordem de décimos de milímetros e, quando colocados sobre uma lâmina de um microscópio de baixo aumento com uma gota d’água, serpenteiam, como minhocas. Outros têm anéis e se movem se esticando e se encolhendo, como lagartas.

Ação do parasita

Os nematóides atacam qualquer parte da planta, mas normalmente iniciam o ataque pelas raízes. Em condições favoráveis, ou seja, muita umidade, todas as raízes irão apodrecer em curto espaço de tempo. Caso as condições não sejam tão favoráveis ao parasita, elas podem apenas entrar em dormência por meses ou até anos. Além de reduzir o desenvolvimento das plantas, causam necrose nas folhas e raízes, causam má formação dos bulbos e coloração anormal em folhas e flores.

A podridão causada por um nematóide é diferente daquela causada pela Podridão Negra. Primeiro, porque o ataque do nematóide pára quando atinge o cerne duro, enquanto o fungo da Podridão Negra avança pelo rizoma até o pseudobulbo em questão de dias. Além disto, o broto atacado por nematóide fica mole e aquoso, enquanto que o atacado pelo fungo da Podridão Negra não perde a consistência.

Se a raiz da orquídea apresentar uma parte escura e outra branca, os nematóides podem estar presentes neste ponto de transição.

Proliferação

Um nematóide fêmea é capaz de colocar 2.000 ovos, proliferando rapidamente o parasita. Infelizmente, coisas comuns como respingos de água espalham o parasita pela vizinhança. Isto acontecendo, se atingirem um broto, este apodrece.

Outra forma de contaminação é através das ferramentas que você utiliza para manuseio e poda das plantas. Por isto, é importante desinfetar todos os instrumentos utilizados no cultivo. Tenho o costume de flambar minhas tesouras com a chama de um maçarico portátil, fica a dica.

Cuidados

Se sua orquídea estiver contaminada com nematóides, você poderá tratá-la com a seguinte solução: em 1 litro de água, com PH entre 5 e 6, dilua um inseticida nematicida de amplo espectro com qualquer fungicida e borrife toda a planta, fazendo a água escorrer por toda planta e substrato. Esta solução elimina caramujo, caracol, tatuzinho, nematóide, cochonilha de raízes e alguns fungos.

Outras receitas você pode conferir clicando aqui!

Prevenção

Ainda assim, a maneira mais eficaz de combater este parasita é a prevenção. Utilize substrato novo, livre de nematóides. Adquira plantas sabidamente sadias. Destrua – queime mesmo – restos de plantas infectadas. Evite a umidade excessiva e deixe seus materiais de cultivo secos e limpos.

Referências

Abraços!

Deixe uma resposta