A Hoffmannseggella longipes é uma das minhas orquídeas prediletas. Sua coloração é coisa de outro mundo! Pena que eu ainda não tenha dominado a arte de fazer as Laelias rupícolas florescerem sempre. Quem sabe para o próximo ano.

Ficha da planta

Conhecida como: Laelia longipes Rchb.f 1863 SUBGENUS Parviflorae SECTION Liliputinae Withner 1990;
Sinônimos: Bletia longipes [Rchb.f]Rchb.f 1863; Bletia lucasiana Rolfe 1893; Cattleya longipes (Rchb.f.) Van den Berg 2008; Hoffmannseggella longipes (Rchb.f.) V.P.Castro; Chiron 2002; Laelia longipes var. lucasiana (Rolfe) Schltr. 1917; Laelia ostermeyeri Hoehne 1937; Sophronitis longipes (Rchb. f.) C. Berg; M.W. Chase 2000;
Origem: Minas Gerais, mais ou menos a 2000 metros de altitude;
Planta: Rupícola, 5~10 centímetros;
Flor: 5 centímetros;
Época de floração: primavera;
Longevidade das Flores: 10 dias;
Fragrância: nenhuma;
Luz solar: média;
Umidade: média;
Dificuldade de cultivo: média;

Hoffmannseggella longipes
Hoffmannseggella longipes
Hoffmannseggella longipes

Abraços!

Previous articleMaxillaria pumila
Next articleCapanemia superflua
Nascido na apaixonante cidade de Curitiba. Fã de Formula 1, trabalha com tecnologia da informação. Divide seu tempo livre entre as suas paixões: família, fotografia, aquarismo e a orquidofilia. Tem quatro gatos e uma ararajuba barulhenta.

3 COMMENTS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here