Início Minhas orquídeas Barbosella australis

Barbosella australis

869
4
COMPARTILHAR
HashFlare

Eu tenho duas Barbosella australis em casa. Um delas está em um vaso comum, acredito que amarrada em um xaxim velho, e estou tentando fazer com ela cresça bem neste lugar. A outra é está em um grande pedaço de madeira.

Para ser sincero, eu não me lembro o tipo da madeira na qual ela está fixada, mas esta orquídea está crescendo muito rápidamente nele. Infelizmente, ela poderia estar bem mais desenvolvida agora. Eu me lembro que no ano passado eu tive um problema com um gambá em casa. Sim, eu vivo no meio de uma grande cidade, mas perto de um grande terreno com mata ainda nativa. Este pequeno animal veio visitar minhas orquídeas quase todas as noites até que eu fiz algumas portas na minha estufa (em breve post sobre meu novo orquidário). Bem, o gambá comeu algumas orquídeas e urinou em outras, literalmente acabando com elas. Uma das orquídeas afetadas foi essa Barbosella sobre o pedaço de madeira.

Talvez seja por isso que há um monte de lugares vazios na madeira, caso contrário, a orquídea poderia ser muito mais densa.

Espero que este Barbosella tem uma recuperação completa. Enquanto isso, e apesar do descrito acima, ela está florescendo muito bem para mostrar sua beleza, como vocês podem ver nas fotos abaixo:

Nomenclatura

Barbosella australis (Cogn.) Schltr. 1918.

Barbosella australis var. genuina Hoehne 1947; Barbosella australis var. latipetala Hoehne 1947; Barbosella australis var. loefgrenii (Cogn.) Hoehne 1947; Barbosella loefgrenii (Cogn.) Schltr. 1918; Restrepia australis Cogn. 1906; Restrepia loefgrenii Cogn. 1906.

Detalhes

De todas as vinte espécies de Barbosella, esta é a que tem a maior flor. Ocorre nos Estados do Sul e em São Paulo e no Rio De Janeiro. Como nas demais espécies do gênero, seu vegetal tem o característico crescimento reptante, com rizoma rasteiro, formando grandes “tapetes verdes” sobre troncos, galhos e mesmo sobre rochas, podendo forrá-los totalmente. As folhas são arredondadas, também como todas as Barbosella, e relativamente carnosas, medindo cerca de 2cm de comprimento. A inflorescência é uniflora. A flor tem aproximadamente o mesmo comprimento das folhas, um tamanho bastante significativo em se tratando de Barbosella. As sépalas têm três linhas vinosas bem definidas, sendo que as duas sépalas laterais são concrescidas até aproximadamente a metade de seu comprimento. O labelo é de um tom amarelado, com máculas da mesma cor de vinho das linhs das sépalas. A espécie floresce no outono.

Fotos

Barbosella australis
Barbosella australis
Barbosella australis
Barbosella australis
Barbosella australis
Barbosella australis
Barbosella australis
Barbosella australis
Barbosella australis
Barbosella australis
Barbosella australis
Barbosella australis
Barbosella australis
Barbosella australis

Referências

Abraços!

4 COMENTÁRIOS

  1. As fotos, sem dúvida ficaram incríveis, como todas as que você publica. Deu-nos a conhecer melhor sobre o gênero e sobre esta espécie, que – provavelmente – daria um trabalho para cultivar aqui no Nordeste… Abraço!

Deixe uma resposta