Borra de café no cultivo de orquídeas

Muitas pessoas tentam agregar alguns elementos do nosso cotidiano em diversas atividades afim de reciclar materiais e ajudar o meio ambiente de alguma forma.

O café é uma das bebidas preferidas dos brasileiros, afinal, somos o segundo maior consumidor desse estimulante no mundo. Mas além de delicioso, o café também é um ótimo fertilizante para a terra, pois torna o solo mais fértil, rico em nutrientes, contribuindo para o bom desenvolvimento das plantas.

Como repelente de pragas

Ao usar o repelente químico é preciso considerar que, embora eficaz no combate às pragas, ele tem uma sobrevida maior na terra, pode matar outros insetos que são benéficos para o cultivo, além de prejudicar a qualidade da planta. Para evitar esses transtornos, uma boa opção é utilizar a borra de café como repelente, principalmente se você mesmo tiver moído o café – ele se torna ainda mais efetivo no combate às pragas (sabe como é, o café comum não é puro e sim uma mistura).

A cafeína presente na borra de café afasta pragas como caracóis e lesmas, formigas (que são vetores de outras pragas) e até mosquitos.

Faça a experiência: não jogue fora a borra do seu cafezinho matinal: separe e deixe secar, depois aplique na borda dos vasos. Talvez este seja o único repelente de pragas que você irá precisar em seu orquidário.

Além disto, o café contém grandes quantidades de nitrogênio e potássio, ambos importantes para o desenvolvimento das plantas. Você poderá usar como fertilizante para suas plantas, ou diluindo 150 gramas de borra de café em 10 litros de água ou utilizando-o na compostagem (neste caso só para orquídeas terrestres mesmo).

Curiosidade – limpeza

A borra também é ótima para limpar as folhas das plantas que ficam dentro de casa, diluindo uma parte dela em cinco partes de água. Molhe um pano ou algodão e passe na planta. As folhas ficam brilhantes!

Lembre-se: não guarde a borra do café por muitos dias porque ela vai criar mofo.

Referências

  • Foto: Marcos Santos/USP Imagens
  • Flores da Lulu
  • aorquidea.com.br
  • ecycle.com.br

Abraços!

Previous articlePodangis dactyloceras
Next articlePragas e doenças – pulgões
Nascido na apaixonante cidade de Curitiba. Fã de Formula 1, trabalha com tecnologia da informação. Divide seu tempo livre entre as suas paixões: família, fotografia, aquarismo e a orquidofilia. Tem quatro gatos e uma ararajuba barulhenta.

10 COMMENTS

  1. Olá Luis! Parabéns por mais uma postagem (inédita, pelo menos para mim) e sua importância sustentável e ecológica para o dia a dia de muitos orquidófilos. Abraço!

    • Tenho escrito aqui uma pancada de artigos de coisas assim, que vou soltar ao longo das próximas semanas… acho importante o fator reciclagem. Estou até preparando um esquema de aproveitamento de chorume resultante da compostagem, para você ter ideia…

  2. Oi , tenho uma duvida, por possuir nitrogenio e potassio, o borrao de cafe nao causaria uma intoxicação na planta no caso de ja estar adubando com adubo organico e foliar?

  3. +Luis Renato estou com um problema nas minhas plantas venho acompanhado seu site desde hoje e já estou amando as dicas.
    sera que você tem alguém e-mail para que eu possa te mandar algumas fotos de como esta a folha de algumas plantas minhas, isso ta me dando muita dor de cabeça, e eu não to sabendo lhe dar com isso. :'(

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here