Início Orquídeas Um Catasetum em sucessivas florações

Um Catasetum em sucessivas florações

1254
0
COMPARTILHAR

Algum tempo atrás eu ganhei um Catasetum, não sabia de que espécie se tratava, mas notava nele algumas características distintas, daquelas que via em outros, dos meus catasetums. Quando o recebi possuía de 2 a 3 pequenos bulbos, que foram se desenvolvendo e produzindo vários outros bulbos, de dimensões estonteantes. Como antes falava em características distintas, uma delas é que os bulbos, ao atingirem certo tamanho se inclinam novamente para baixo, é como se formassem alguns arcos compostos por bulbos e folhas longas, sinuosas e apenas verde (vários tons de verde). Posteriormente, após a floração, eis as revelações…

Após o aparecimento da primeira haste no fim de fevereiro deste ano, até a formação dos botões, em fins do seguinte mês, bem como depois da abertura das primeiras flores, em meados de abril, obtivemos a confirmação da sua espécie, tratava-se então, do fascinante Catasetum uncatum; o fato de vir, numa primeira florada, com flores masculinas, ajudou demais a reconhecermos a espécie (em Catasetums, as flores masculinas são como identidades para cada um deles), depois, tivemos uma sucessão de hastes, alternadas entre as flores masculinas e as flores femininas. A perseverança vem do fato de que este uncatum parece incansável até que consiga uma polinização. Será que ela ocorrerá?

O Catasetum uncatum é uma “espécie nativa e endêmica do Brasil (…), encontrada no que ainda resta de Mata Atlântica. Epífita de flores verdes, de forte odor de cânfora, haste pendente de 25 a 60 cm de comprimento com flores esparsas observadas no mês de junho e pseudobulbos curvados para baixo (…). Folhas grandes e pintalgadas de 30 a 40 cm. Como outros Catasetums, deve ser cultivado com bastante luminosidade e evitar regar em época de dormência quando perde as folhas (…)[i]”. Os “pseudobulbos são fusiformes e alongados, com 25 cm de altura (…). Flor de 8 cm de diâmetro, com pétalas e sépalas verdes, densamente pintalgadas de púrpura. Labelo carnoso, de cor verde, com bordas púrpuras. Floresce no verão[ii]”.

Antes que as flores da primeira haste terminassem, já existia outra haste em formação. No início de maio havia a seguinte situação: a primeira haste sem flores e a segunda com flores, desta feita, femininas.  As flores femininas duraram mais e ficaram ativas até a primeira quinzena de julho, quando já havia outra haste em meia altura, desta vez novamente com flores masculinas, que duraram até o começo de agosto; neste mesmo mês havia outra pequena haste em formação, com flores femininas. Acreditamos que em condições naturais esses Catasetums alteram suas floradas sequenciais, entre flores masculinas e flores femininas, com o intuito de terem flores polinizadas, por outros Catasetums da mesma espécie, que também floresçam nas proximidades.

E então, finalizando este longo texto, podemos sintetizar que a florada deu-se desde fevereiro até setembro deste ano, alternando-se entre as flores masculinas e as femininas (sendo as masculinas a maioria, já que tivemos 3 hastes com flores masculinas e 2 com femininas) e somaram pouco mais de 80 flores, muito belas e de agradável perfume, durante todo o dia.

As 7 primeiras flores são masculinas.

29-03-14 (5)

Os botões formam verdadeiros espetáculos, antes de estarem plenos.
Os botões formam verdadeiros espetáculos, antes de estarem plenos.

13-04-14 (15)

Uma população de flores masculinas.
Uma população de flores masculinas.
A haste também pende, a exemplo dos bulbos.
A haste também pende, a exemplo dos bulbos.

13-04-14 (2)

Uma flor com formas e tons muito curiosos.
Uma flor com formas e tons muito curiosos.

Na sequências, flores femininas.

As flores femininas, além de formatos distintos, possuem fragrância mais intensa.
As flores femininas, além de formatos distintos, possuem fragrância mais intensa.

12-06-14 (6)

19-06-14 (1)

A haste para flores femininas é mais robusta e as flores duram por mais tempo, à espera de polinizadores.
A haste para flores femininas é mais robusta e as flores duram por mais tempo, à espera de polinizadores.

Referências

Deixe uma resposta