Início Minhas orquídeas 1254 – Pleurothallis sclerophylla

1254 – Pleurothallis sclerophylla

669
0
COMPARTILHAR

Há tempos visitei uma exposição e vi esta orquídea em uma touceira enorme, incrível.

Não conhecia muito sobre nomenclaturas, espécies. Aliás, continuo sem conhecer. Mas naquele tempo, normalmente as identificava como “bonitinhas”.

Pois bem, esta me marcou bastante, pois considerei muito diferente daquelas que observava em todo canto.

O tempo passou, comecei o hobby, e tinha me esquecido dela. Um belo dia vi a mesma touceira enorme, na casa de uma amiga orquidófila. Ah, imediatamente me lembrei o porque tinha ficado tão maravilhado. Não tive dúvidas, encomendei uma mudinha, pois na hora não havia mudas disponíveis.

E esqueci de novo dela.

Fui lembrado por esta amiga agora, no final do ano, cerca de 10 meses depois de encomendá-la. Fui buscá-la e, de tanto esperar o dono, a plantinha já estava gigante.

E agora a florada. Que coisa mais linda é esta planta. Sei que a história parece novela, mas o que importa é que finalmente pude apreciar sua florada. Apreciem também!

Ficha da planta

Conhecida como: Pleurothallis sclerophylla Lindl. 1835-6 SUBGENUS Specklinia SECTION Acuminatae Lindley 1859;
Sinônimos: Anathallis sclerophylla (Lindl.) Pridgeon & M.W.Chase 2001; Anathallis secunda Barb. Rodr. 1882; Humboldtia sclerophylla (Lindl.) Kuntze 1891; Humboldtia stenopetala (Lodder ex Lindl.) Kuntze 1891; Humboltia sclerophylla (Lindl.) Kuntze 1891; Humboltia stenopetala (Lodder ex Lindl.) Kuntze 1891; Pleurothallis dolichopus var bradeorum Schlechter 1912; Pleurothallis lamprophylla Schltr. 1918; Pleurothallis listrostachys Rchb. f. 1855; Pleurothallis ottonis Schltr 1929; Pleurothallis peregrina Ames 1923; Pleurothallis poasensis Ames 1922; Pleurothallis stenopetala Lodd. ex Lindl. 1838; Pleurothallis tricora Schltr. 1916; Pleurothallis triura Schltr. 1916; Pleurothallis urosepala Lehm. & Kraenzl. 1899; Specklinia sclerophylla (Lindl.) Luer, Monogr 2004 ; Zosterophyllanthos stenopetalus (G.Lodd. ex Lindl.) Szlach. & Marg. 2001;
Origem: México, Guatemala, El Salvador, Costa Rica, Colômbia, Equador, Bolívia, Peru, Venezuela, Guiana, Guiana Francesa, Suriname e Brasil – florestas montanhosas úmidas – entre 480 e 3300 metros de altitude;
Planta: Epífita, 10~30 centímetros;
Flor: 1,2 centímetros;
Época de floração: verão e outono;
Longevidade das flores: 10~15 dias;
Fragrância: sim;
Luminosidade: baixa;
Umidade: média, alta;
Temperatura: média, baixa;
Dificuldade de cultivo: fácil.
Outras fotos no meu álbum do Flickr.
Curta minha fan page.

1254 - Pleurothallis sclerophylla

1254 - Pleurothallis sclerophylla

1254 - Pleurothallis sclerophylla

1254 - Pleurothallis sclerophylla

1254 - Pleurothallis sclerophylla

1254 - Pleurothallis sclerophylla

1254 - Pleurothallis sclerophylla

Abraços!

Deixe uma resposta